Conceição Evaristo é a nova imortal da Academia Mineira de Letras

Escritora foi eleita por ampla maioria, com 30 dos 34 votos dados pelos acadêmicos, e vai ocupar a cadeira de número 40, sucedendo Maria José de Queiroz

A escritora mineira Conceição Evaristo acaba de ser anunciada a nova imortal da Academia Mineira de Letras (AML). Dos 34 votantes, 30 fecharam com o nome da criadora do conceito de “escrevivência”, que em 2023 conquistou o Troféu Juca Pato, outorgado pela União Brasileira de Escritores, como Intelectual do Ano. Foi a primeira vez que a distinção foi concedida a uma mulher negra. Conceição recebeu a honraria pela publicação de “Canção para ninar menino grande” (Ed. Pallas, 2022), em que narra as contradições e complexidades da masculinidade negra e os efeitos delas sobre as mulheres negras.

A escritora disputava a vaga na AML com José Anchieta da Silva, que recebeu dois votos. Outros dois acadêmicos votaram em branco. Conceição Evaristo sucede Maria José de Queiroz na cadeira de número 40. A nova imortal da AML estreou na literatura em 1990, quando publicou “Cadernos negros”, que reúne uma série de contos e poemas. Em 2003, publicou o romance “Ponciá Vicêncio”. Já em 2011, lançou o volume de contos “Insubmissas lágrimas de mulheres”.

A escritora, nascida em Belo Horizonte em 1946, conquistou também o Prêmio Camélia da Liberdade (2007), Prêmio Ori (2007) e o Prêmio Jabuti (2015), com o livro “Olhos d’água”.

Filtro Categorias

Artigos relacionados

Morre, aos 91 anos, Ziraldo, o criador de ‘O Menino Maluquinho’

Morre, aos 91 anos, Ziraldo, o criador de ‘O Menino Maluquinho’

Escritora de Uberaba é primeira mulher a vencer prêmio literário internacional

Escritora de Uberaba é primeira mulher a vencer prêmio literário internacional

Unesco escolhe Rio de Janeiro como Capital Mundial do Livro 2025

Unesco escolhe Rio de Janeiro como Capital Mundial do Livro 2025

Audiência pública vai discutir o novo edital do PNLD para o ensino médio

Audiência pública vai discutir o novo edital do PNLD para o ensino médio

Livros discutem os 60 anos do golpe militar de 1964

Livros discutem os 60 anos do golpe militar de 1964

Academia Mineira de Letras abre inscrições para curso sobre clássicos da literatura

Academia Mineira de Letras abre inscrições para curso sobre clássicos da literatura