Livro ‘Avesso da Pele’ é recolhido das escolas de Goiás após caso semelhante no Paraná

A informação foi divulgada pela Companhia das Letras, editora responsável pela publicação. O ‘Estadão’ procurou a Secretária de Educação de Goiás, mas não obteve resposta

Após ser recolhido das escolas do Paraná, o livro Avesso da Pele está sendo recolhido em Goiás. A informação foi divulgada no Instagram da Companhia das Letras, editora responsável pela publicação da obra. O Estadão procurou a Secretária de Educação de Goiás, mas até o momento da reportagem não obteve resposta. O espaço segue aberto.

Jeferson Tenório é autor de 'O Avesso da Pele' (2020, Companhia das Letras), vencedor do Prêmio Jabuti de 2021.
Jeferson Tenório é autor de ‘O Avesso da Pele’ (2020, Companhia das Letras), vencedor do Prêmio Jabuti de 2021. Foto: Reprodução/Companhia das Letras

“A decisão de recolher um livro previamente aprovado e selecionado por uma banca de educadores, especialistas, mestres e doutores em literatura não apenas prejudica a qualidade da educação oferecida às nossas crianças e jovens, mas também mina a confiança no próprio programa (PNLD) e nas instituições responsáveis por sua implementação. Além disso, ela representa um grave ataque à liberdade de expressão e ao pluralismo de ideias, princípios fundamentais de uma sociedade democrática”, diz a nota.

A editora também pediu um posicionamento por parte do Ministro da Educação em defesa do Programa Nacional do Livro Didático. “Embora O Avesso da Pele tenha sido avaliado, aprovado e comprado na gestão anterior, é fundamental que o governo reafirme seu compromisso com a educação de qualidade, a liberdade de expressão e o respeito à diversidade, garantindo que a PNLD continue a desempenhar seu papel fundamental sem interferências arbitrárias e ideológicas”.

Fonte: Estadão

Filtro Categorias

Artigos relacionados

Morre, aos 91 anos, Ziraldo, o criador de ‘O Menino Maluquinho’

Morre, aos 91 anos, Ziraldo, o criador de ‘O Menino Maluquinho’

Escritora de Uberaba é primeira mulher a vencer prêmio literário internacional

Escritora de Uberaba é primeira mulher a vencer prêmio literário internacional

Unesco escolhe Rio de Janeiro como Capital Mundial do Livro 2025

Unesco escolhe Rio de Janeiro como Capital Mundial do Livro 2025

Audiência pública vai discutir o novo edital do PNLD para o ensino médio

Audiência pública vai discutir o novo edital do PNLD para o ensino médio

Livros discutem os 60 anos do golpe militar de 1964

Livros discutem os 60 anos do golpe militar de 1964

Academia Mineira de Letras abre inscrições para curso sobre clássicos da literatura

Academia Mineira de Letras abre inscrições para curso sobre clássicos da literatura